Como a Moringa pode ajudar no estresse oxidativo

A Moringa (Moringa oleífera) é uma planta alimentícia não convencional (PANC), encontrada em diversas partes do Brasil, que tem ganhado destaque pela sua composição nutricional, que pode exercer diversos benefícios para o nosso organismo1.

Suas atuações benéficas são associadas à redução da inflamação e estresse oxidativo. Uma recente análise realizada com as folhas da Moringa mostrou redução dos impactos negativos causados pela indução do estresse oxidativo, com o aumento significativo de enzimas antioxidantes e integridade de material genético2.

Em outro estudo, também conduzido em modelo animal, observou-se que os efeitos oxidativos causados pelo alumínio em tecido cardíaco foram atenuados pela administração da Moringa oleífera. Ainda, verificou-se mudanças histológicas no tecido analisado, sugerindo a planta como uma possível estratégia para redução do risco de doenças que afetam o sistema cardiovascular3.

O aumento do estresse oxidativo também pode afetar a cognição, e o uso da moringa pode auxiliar neste critério. Uma análise conduzida em modelo animal indicou que os efeitos neurotóxicos induzidos pelo estresse oxidativo foram reduzidos com a conduta, interferindo, positivamente, em parâmetros de memória4.

Além destas contribuições, um estudo conduzido em cultura de células tumorais de humanos mostrou que o fruto da moringa induz apoptose mitocondrial de células malignas, impedindo sua diferenciação. Este efeito foi correlacionado com a redução do estresse oxidativo 5

Desta forma, a Moringa oleífera pode ser uma interessante estratégia para melhorar nosso sistema antioxidante, promovendo mais qualidade de vida. Entretanto, é importante ressaltar a necessidade de estudos clínicos para melhor compreensão dos seus efeitos, bem como segurança no uso.

Referências Bibliográficas

1-LEONE, A.; SPADA, A.; BATTEZZATI, A. et al. Cultivation, genetic, ethnopharmacology, phytochemistry and pharmacology and Moringa oleífera leaves: an overview. Int J Mol Sci; 16(6):12791-835, 2015.

2-HAMED, H.S.; EL-SAYED, Y.S. Antioxidant activities of Moringa oleífera leaf extract against pendimethalin-induced oxidative stress and genotoxicity in Nile tilapia, Oreochromis niloticus (L.). Fish Physiol Biochem; 2018. doi: 10.1007/s10695-018-0535-8.

3-GOUDA, A.S.; EL-NABARAWY, N.A.; IBRAHIM, S.F. Moringa oleífera extract (Lam) attenuates aluminium phosphide-induced acute cardiac toxicity in rats. Toxicol Rep.; 5:209-212, 2018.

4-OMATOSO, G.O.; GBADAMOSI, I.T.; AFALABI, T.T. et al. Ameliorative effect of Moringa on cuprizone-induced memory decline in rat model of multiple sclerosis. Anat Cell Biol; 51(2):119-127, 2018.

5-GUON, T.E.; CHUNG, H.S. Moringa oleífera fruit induce apoptosis via reactive oxygen species-dependent activation of mitogen-activated protein kinases in human melanoma A2058 cells. Oncol Lett.; 14(2):1703-1710, 2017.

Você também pode gostar de: