Os benefícios do abacate

O abacate é uma das frutas mais consumidas no mundo, devido sua versatilidade que permite diversas formas de preparações culinárias que agradam diferentes paladares1,2.

Além deste importante fator, o abacate é rico em muitos nutrientes e compostos bioativos, que auxiliam na melhora de nossas reações bioquímicas, melhorando a saúde de diversos sistemas, como o nervoso central. Por este motivo, seu consumo tem sido relacionado com melhora da performance cognitiva. Um estudo publicado pela revista Nutrients mostrou esta correlação. Nesta avaliação, 20 indivíduos foram orientados ao consumo de 1 avocado – uma espécie de abacate – por dia, e após o período de intervenção- que durou 6 meses – observou-se melhora significativa de parâmetros cognitivos, como memória e atenção. Este resultado foi atribuído à presença de luteína – que por sua vez, melhorou reações de estresse oxidativo3.

Os benefícios na saúde cardiovascular também são evidentes. Uma recente revisão sistemática meta-analítica mostrou, por meio de estudos que envolveram o consumo de abacate, que esta conduta aumentou as concentrações de HDL, indicando benefícios no transporte reverso do colesterol, que pode auxiliar na redução de desfechos cardiovasculares, como a disfunção endotelial e aterosclerose4.

Ainda, um estudo que envolveu pacientes sobrepesos indicou que refeições com apresentavam o avocado em sua composição favoreceram a redução nos níveis de hormônios orexigênos – como a grelina, que estimula a fome. Este dado é de extrema importância para embasar que, embora seja uma fruta calórica, pode ser uma interessante estratégia para o controle da saciedade, quando adicionada em um planejamento alimentar adequado5.

Desta forma, o consumo de abacate pode conferir muitos benefícios à saúde. Em sua forma orgânica, apresenta mais benefícios e deve ser encorajado para a melhora da qualidade de vida.  

Referências Bibliográficas

1.DABAS, D.; SHEGOG, R.M.; ZIEGLER, G.R. et al. Avocado (Persea americana) seed as a source of bioactive phytochemicals. Curr Pharm Des; 19(34):6133-40, 2013.

2.DREHER, M.L.; DAVENPORT, A.J. Hass avocado composition and potential health effects. Crit Ver Food Sci Nutr; 53(7):738-50, 2013.

3.SCOTT, T.M.; RASMUSSEN, H.M.; CHEN, O. et al. Avocado consumption increases macular pigment density in older adults: a randomized, controlled trial. Nutrients; 9(9):E919, 2017.

4.MAHAMASSANI, H.A.; AVENDANO, E.E.; RAMAN, G. et al. Avocado consumption and risk factors for heart disease: a systematic review and meta-analysis. Am J Clin Nutr; 107(4):523-536, 2018.

5.HADDAD, E.; WIEN, M.; ODA, K. et al. Postprandial gut hormone responses to hass avocado meals and their association with visual analog scores in overweight adults: a randomized 3×3 crossover trial. Eat Behav; 31:35-40, 2018.

Você também pode gostar de: